Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019 Redação: (45) 9.9800-7080

Prefeito acompanha Presidente da Sanepar durante visita na estação de esgoto

Toledo | 11/02/2019 | 18:37 | | Fotos: Divulgação

Na sexta-feira (8), o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, o prefeito de Toledo, Lucio de Marchi, o deputado estadual Marcel Micheletto e o diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves, visitaram a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Rio Toledo,. Em operação desde junho do ano passado, a estação tem uma das mais novas tecnologias de tratamento de esgoto que confere maior rapidez na etapa de implantação. 

Durante a visita, a comitiva conheceu as etapas pelas quais o esgoto passa até ser tratado,  depurado e devolvido ao rio. A implantação da ETE Rio Toledo permitiu que fossem desativadas quatro outras estações de tratamento: Paulista, Bressan, Dom Pedro e Parizotto, que estavam instaladas em áreas muito adensadas pela população. Esta unidade, por ser modular, é de rápida instalação, remanejável e usa como tecnologia aeração natural para redução da matéria orgânica solúvel. 

O prefeito de Toledo, Lucio de Marchi, ressaltou que a Sanepar atendeu de forma rápida às reinvindicação dos moradores vizinhos das antigas estações. “ Toledo é muito grato, pois as estações de esgoto que havia no meio desta cidade eram sete só no Arroio Toledo, e deu lugar a essa bela estação chamada de ETE sul construída em tempo recorde”.

Ele disse que a retirada das estações trouxeram qualidade de vida à população. “ Na região onde havia as estações de esgoto em Vila Paulista, Bressan, na Dom Pedro II e no Parizotto haviam os imóveis que ninguém queria morar, por conta da fedentina. Parabenizo a Sanepar por levar a ideia para outros municípios essa iniciativa que sai de Toledo”.  

 

O presidente confirmou que a ETE Rio Toledo é um exemplo de novas tecnologias que podem oferecer solução para coleta e tratamento do esgoto. “Estamos em Toledo no Oeste do Paraná com a equipe da Sanepar, é uma estação modelo, é de primeiro mundo, fantástico. Eu fiquei impressionado com a eficiência em especial desta estação, embora tenhamos outros modelos que estão em teste ainda, eu acredito que esse seja o caminho para todos os municípios do Paraná”, destacou. 

INVESTIMENTOS

Para implantar a ETE Rio Toledo, a Sanepar investiu R$ 20,5 milhões. A estação tem capacidade para tratar 100 litros de dejetos por segundo. Além da construção da ETE Modular, a Sanepar também implantou mais de 2 km de tubulação que conectou a rede coletora à unidade de tratamento. Atualmente 81% dos moradores de Toledo têm acesso aos serviços de coleta e tratamento de esgoto.

Grupo do Toledo News no WhatsApp
Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL