Quarta-Feira, 20 de Fevereiro de 2019 Redação: (45) 9.9800-7080

Recusado: Vereadores arquivam protocolo de impeachment do prefeito Lucio de Marchi

Toledo | 11/02/2019 | 21:35 | | Fotos: Toledo News
Durante a 2ª Sessão Ordinária do ano de 2019, os 19 vereadores do município de Toledo recusaram o pedido de impeachment do prefeito, Lucio de Marchi (PP), que havia sido protocolado na última segunda-feira (04), por um servidor público municipal. O pedido de impeachment do prefeito foi aberto na Câmara dos Vereadores pelo protocolo Nº 198.

O processo em que pesavam as acusações contra o prefeito foi lido para todos os vereadores e demais presentes e depois discutido por alguns dos legisladores municipais, que em seguida recusaram o pedido por 12 votos a 6

O pedido de impeachment alega irregularidades na inauguração da Central de Especialidades na Vila Pioneira, que ocorreu no dia 03 de outubro de 2018. Segundo o servidor público municipal a inauguração viola a Lei Municipal Nº 130 de 19 de dezembro, de 2017, de autoria da vereadora, Olinda Fiorentin (PPS). A lei prevê a proibição da inauguração de obras públicas inacabadas, que estejam fora do que está previsto em contrato ou não atenda a sua finalidade.

Defesa

Ainda na última terça-feira (05), o prefeito Lucio de Marchi se pronunciou sobre o caso, por meio da assessoria de comunicação da prefeitura. Em nota o prefeito declara que a inauguração da Unidade de Saúde não viola a Lei Municipal Nº 130 de 19 de dezembro de 2017, nem a qualquer outra lei. Ele salienta que a nova estrutura aumentou o número de consultórios, salas de exames e banheiros, aumentado a área total da central de Especialidades em mais de 1.000m².

Na nota o prefeito ainda ressalta que a nova estrutura traz maior comodidade tanto aos funcionários da Unidade, quanto aos usuários, enfatizando que na semana anterior a abertura do equipamento público foram efetuadas 507 consultas e 104 ultrassonografias, enquanto na primeira semana da nova estrutura foram realizadas 535 consultas e 110 ultrassonografias, algo que ratificaria que a Central de Especialidades estaria apta a funcionar.

O prefeito complementou reafirmando o respeito pelas leis e pelas instituições democráticas, além do compromisso em realizar o plano de metas aprovado pela população toledana. Com a reprovação, o andamento do processo de protocolo de Nº 198 será arquivado.

MAIS FOTOS
Grupo do Toledo News no WhatsApp
Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL