A Lei Geral de Proteção de Dados já está em vigor! E qual a importância disso?


Todas as Empresas coletam dados pessoais, muitas delas de maneira excessiva e sem conformidade, o que aumenta e muito o risco de incidentes de segurança, que podem gerar prejuízos ao próprio negócio, parceiros e titulares de dados, comprometendo a reputação da empresa.

Estar adequado à Lei n. 13.709/2018 - LGPD é demonstrar respeito ao cliente e ao mesmo tempo aumentar a segurança jurídica do negócio o que certamente trará a empresa mais credibilidade perante os fornecedores e parceiros, sendo um diferencial perante a concorrência.

Estabelecer um padrão do ciclo dos dados na empresa é de vital importância para a organização destes, trazendo otimização a rede e maior disponibilidade de espaço na nuvem e no servidor.

Durante a adequação a empresa encontrará uma grande oportunidade para treinar os colaboradores na adoção de novas práticas de segurança direcionadas a redução dos riscos de vazamentos de dados pessoais.  Algumas bem simples de serem adotadas como a política da mesa limpa, a manutenção da tela do computador ou dispositivo eletrônico apagada durante a ausência da estação de trabalho, a minimização dos dados pessoais coletados, dentre outras.

Um profissional certificado na área poderá avaliar a melhor maneira de adequar sua empresa, trazendo economia de tempo e recursos.

* As informações contidas nos artigos de colunistas, não necessáriamente, expressam a opinião do Toledo News.

Manoel Lemos

Formado em Direito pela Faculdade Estácio. Curso de Extensão em Compliance pela Fundação Getúlio Vargas - FGV/SP. Pós-graduado em Compliance e Integridade Corporativa pela Pontifícia Universidade Católica - PUC/Minas. Certificado internacionalmente em Data Protection Officer pela EXIN.