27ª Feauto vem aí com novidades para quem está a procura de automóveis semi-novos e usados
 
Terça-Feira, 23 de Abril de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9800-7080

Prefeito acompanha Presidente da Sanepar durante visita na estação de esgoto

Toledo | 11/02/2019 | 18:37 |
| Fotos: Divulgação |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na sexta-feira (8), o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile, o prefeito de Toledo, Lucio de Marchi, o deputado estadual Marcel Micheletto e o diretor-presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves, visitaram a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Rio Toledo,. Em operação desde junho do ano passado, a estação tem uma das mais novas tecnologias de tratamento de esgoto que confere maior rapidez na etapa de implantação. 

Durante a visita, a comitiva conheceu as etapas pelas quais o esgoto passa até ser tratado,  depurado e devolvido ao rio. A implantação da ETE Rio Toledo permitiu que fossem desativadas quatro outras estações de tratamento: Paulista, Bressan, Dom Pedro e Parizotto, que estavam instaladas em áreas muito adensadas pela população. Esta unidade, por ser modular, é de rápida instalação, remanejável e usa como tecnologia aeração natural para redução da matéria orgânica solúvel. 

O prefeito de Toledo, Lucio de Marchi, ressaltou que a Sanepar atendeu de forma rápida às reinvindicação dos moradores vizinhos das antigas estações. “ Toledo é muito grato, pois as estações de esgoto que havia no meio desta cidade eram sete só no Arroio Toledo, e deu lugar a essa bela estação chamada de ETE sul construída em tempo recorde”.

Ele disse que a retirada das estações trouxeram qualidade de vida à população. “ Na região onde havia as estações de esgoto em Vila Paulista, Bressan, na Dom Pedro II e no Parizotto haviam os imóveis que ninguém queria morar, por conta da fedentina. Parabenizo a Sanepar por levar a ideia para outros municípios essa iniciativa que sai de Toledo”.  

 

O presidente confirmou que a ETE Rio Toledo é um exemplo de novas tecnologias que podem oferecer solução para coleta e tratamento do esgoto. “Estamos em Toledo no Oeste do Paraná com a equipe da Sanepar, é uma estação modelo, é de primeiro mundo, fantástico. Eu fiquei impressionado com a eficiência em especial desta estação, embora tenhamos outros modelos que estão em teste ainda, eu acredito que esse seja o caminho para todos os municípios do Paraná”, destacou. 

INVESTIMENTOS

Para implantar a ETE Rio Toledo, a Sanepar investiu R$ 20,5 milhões. A estação tem capacidade para tratar 100 litros de dejetos por segundo. Além da construção da ETE Modular, a Sanepar também implantou mais de 2 km de tubulação que conectou a rede coletora à unidade de tratamento. Atualmente 81% dos moradores de Toledo têm acesso aos serviços de coleta e tratamento de esgoto.

PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL