27ª Feauto vem aí com novidades para quem está a procura de automóveis semi-novos e usados
 
Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9800-7080

Saiba como ter um guarda-roupa organizado e sustentável

Moda e Beleza | 14/03/2019 | 10:37 |
| Fotos: Bonde News |
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


A mudança de hábito é uma tendência comportamental que pode ser vista em vários setores, como meio ambiente, gastronomia, tecnologia, e por que não também nas roupas e sapatos? O vestuário segue a vertente do século XXI e busca ser sustentável. É quase como uma necessidade.

Para a consultora Adriane Marques, falar de peças sustentáveis não é novo e é divertido. A novidade está na mudança de hábito que é uma tendência comportamental e que de fato vai interferir em um guarda-roupas sustentável. "Hoje fala-se muito da moda com propósito, o que impacta na forma de se consumir. A moda passou por um processo de acessibilidade para o consumidor e, agora que ela tem espaço, está sendo importante rever do que se trata esse produto, de onde veio e para onde vai", comenta Marques.

Ter um guarda-roupa sustentável é também começar a se interessar por itens que podem ser reutilizados com diferentes peças renovando o estilo. "Antes de comprar, vale olhar para as roupas que você já tem, com a finalidade de enxergar um reaproveitamento dela. Leve em conta as novas propostas de uso e também avalie se o produto almejado poderá ter um tempo de vida curto ou não. Cores neutras são atemporais e próprias para serem reutilizadas", orienta a consultora.

Para quem deseja encontrar peças atemporais, sustentáveis e versáteis uma dica é procurar em locais com opções para todos os estilos e bolsos. "Em shoppings é possível encontrar peças que permanecem atuais mesmo com as novas tendências. Itens como sandália básica, bolsa preta, camisa de listras e peças em tons neutros não saem de moda. A diversidade de lojas no shopping acaba agradando a todos e facilita as compras e escolhas", explica a coordenadora de marketing do Shopping São José (em São José dos Pinhais- PR), Larissa Ribas.

E quem não tem aquela peça que fica escondida no fundo do armário e até se esquece que ela um dia existiu? "Durante esses quase seis anos no ramo de consultoria de imagem pessoal e profissional, percebi que as pessoas usam apenas 20% a 30% do seu guarda-roupas. Aqueles 70% restantes são resultado de compras equivocadas talvez, presentes recebidos que elas não gostam, roupas esquecidas, roupas que não servem mais e roupas que simplesmente elas não vão mais usar. Conhecer as suas roupas e deixar no armário somente aquelas que são apropriadas ao seu estilo, proporção física, personalidade e contexto de vida será o primeiro passo para vestir-se com segurança", indica Adriane Marques.

Não é um pré-requisito de sucesso vestir as peças lançadas na última semana de moda na Europa. O sofisticado é garantir roupas de qualidade e transmitir, na vestimenta, o estilo que você quer impor.

Para isso, seguem algumas dicas da consultora:

- Arrumar é divertido (coloque uma música, uma roupa confortável, estenda um lençol de cor neutra no chão e tire todas as suas roupas do closet para olhar uma a uma);

- Pense no benefício de um closet arrumado (um closet arrumado é sinônimo de criatividade, bom humor e decisão correta na hora de vestir-se);

- Planejar a arrumação (comprar antes o que precisa -cabides, caixas organizadoras, porta jóias/ bijuterias, etc- e ter isto em mãos para retirar do seu armário aquelas que você não usa mais, não gosta ou não servem);

- Prove as suas roupas (o ato de provar as suas roupas tira as suas dúvidas sobre a permanência dela no armário. Também será uma oportunidade para verificar se ainda serve ou está com a vida útil comprometida, como também encontrar novas possibilidades de uso daquela peça);

- Monte os looks e fotografe (quando você fotografa, a sua percepção aumenta e terá uma visão 360º que é muito mais certeira do que olhar a sua imagem refletida no espelho);

- Dê endereço para as roupas (direcione um espaço para cada categoria, ou seja, blusa com blusa, calça com calça, sapato com sapato. Desta forma, você terá mais clareza do que tem em quantidade e cores.

Feito tudo isto, é acreditar na sua atitude, porque "as modas desaparecem, o estilo é eterno", já dizia outro grande estilista: Yves Saint Laurent. E ele entende bem disto.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL