Domingo, 18 de Agosto de 2019 Fale Conosco Redação: (45) 9.9800-7080
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FCA considera usar plataforma da PSA para futuro carro elétrico

Auto | 14/05/2019 | 08:34 |

Em busca da redução de custos de desenvolvimento e construção, é comum o movimento de parcerias e compartilhamentos entre montadoras. E faz tempo que a FCA busca um parceiro principalmente para a eletrificação, algo que o CEO Mike Manley (sucessor de Sergio Marchionne) diz estar caminhando para resolver. 

Em reunião com investidores, Manley disse olhar para a nova plataforma da PSA, a CMP. Ela foi projetada para modelos híbridos e elétricos e está fazendo sucesso com o novo Peugeot 208, mais especificamente o e-208, um elétrico com autonomia de até 340 km com o conjunto de baterias instalado no assoalho e o equivalente a 136 cv e 26,5 kgfm de torque. 

A FCA busca alternativas para deixar de ser tão dependente de lucros vindos de SUVs e picapes nos Estados Unidos. Mais especificamente, o grupo busca novos modelos para a Fiat, mas esse pode ser apenas o primeiro passo de uma parceria mais profunda com a controladora das marcas Peugeot, Citroën, DS e Opel/Vauxhall. "Acredito que os próximos dois ou três anos serão importantes para parcerias", disse Manley. PSA e FCA já são parceiras para modelos comerciais na Europa. 

Fonte: Bloomberg

Clique aqui e participe do grupo do Toledo News no WhatsApp. Receba informações em tempo real dos principais acontecimentos de Toledo.

Conteúdo patrocinado abaixo
PUBLICIDADE
Grupo do Toledo News no WhatsApp
Receba as principais notícias do dia direto no seu celular.
INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER E RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS POR E-MAIL
Aproveite o domingo com uma super oferta do Don Kebab de Toledo
Oração de intercessão familiar acontece neste domingo na Igreja Plenitude de Vida em Cristo
Reserve agora mesmo um apartamento no maior edifício do Oeste do Paraná!
Conheça a Rocket Barbearia e concorra a um voo panorâmico por Toledo
Anuncie sua empresa no Toledo News. Clique aqui e tire dúvidas