Covid-19: semana epidemiológica tem 286 novos casos e 480 recuperados em Toledo


Foto: Toledo News

A Prefeitura de Toledo divulgou nesta quinta-feira (23), os dados da semana epidemiológica entre os dias 12 e 18 de junho relacionados ao Novo Coronavírus (Covid-19). Nesse período foram 286 novos casos da enfermidade e 480 novos recuperados. O período não contou com óbitos relacionados à doença. No momento, o município tem 387 pacientes com o vírus ativo.

O número de novos casos teve uma redução de 42,57% em relação aos últimos 14 dias no município. Com a redução no número de casos, Toledo voltou à bandeira amarela, que representa risco baixo de contágio pelo vírus.

Novos casos

A semana epidemiológica teve 286 novos casos da Covid-19 em Toledo. Dentre os casos, 100 foram descobertos no Sistema Único de Saúde (SUS), sendo que um deles (masculino) foi descoberto através de exame RT-PCR e outros 99 por meio de testes rápidos de antígeno (61 femininos e 38 masculinos). Outros 186 casos foram descobertos na rede privada de saúde, sendo 46 através de exame RT-PCR (32 femininos e 14 masculinos) e outros 140 casos por meio de testes rápidos de antígeno (78 femininos e 62 masculinos).

Confira o vacinômetro atualizado em Toledo

A última atualização do vacinômetro na cidade de Toledo foi divulgada no início da manhã desta quinta-feira (23), pela Secretaria Municipal de Saúde. No total são 117.549 toledanos imunizados com a primeira dose, 111.343 cidadãos vacinados com as duas doses, 6.690 pessoas que receberam o imunizante de dose única e 71.470 pessoas que tiveram acesso à dose de reforço. Ainda foram aplicadas 7.908 primeiras doses pediátricas e 4.424 segundas doses pediátricas.

Semana Epidemiológica

Desde o dia 15 de março, a Prefeitura do município de Toledo passou a divulgar o boletim epidemiológico do Novo Coronavírus (Covid-19) apenas uma vez por semana. A decisão foi tomada após reunião do Comitê de Operações Emergenciais (COE) e foi adotada devido a um cenário de diminuição do número de novos casos, casos graves, internamentos e óbitos decorrentes da doença entre a segunda quinzena de fevereiro e a primeira quinzena de março.