Reabertura da Trilha Ecológica e demais ações marcam o Dia da Árvore em Toledo


Foto: Divulgação

O Dia da Árvore foi comemorado nesta terça-feira (21) com diversas ações em Toledo. O ponto alto foi a reabertura da Trilha Ecológica do Diva Paim Barth, além do plantio de árvores em unidades educacionais, em frente ao Paço Municipal Alcides Donin e no Parque Ecológico Diva Paim Barth. O ato contou com apresentação de violinos dos alunos da Casa da Cultura e a presença das mulheres do Projeto Primavera demonstrando a dança circular. Também foram distribuídas mudas e sementes de verduras e flores.  

A retomada das atividades, de acordo com o vice-prefeito Ademar Dorfschmidt, demonstra a necessidade de poder público e sociedade caminharem juntos. “Dificuldades não podem atrapalhar a vida das pessoas. Em Toledo, a exemplo desta mudança de um antigo banhado, cheio de problemas, para este cartão postal, demonstra-se que quando existe vontade, as coisas podem acontecer, ainda mais com o apoio de uma equipe que se debruça na intenção de construir boas ações”. 

Toda essa transformação passa pelo empenho do Governo Municipal, destacou o prefeito Beto Lunitti. Segundo o gestor, a força toledana vem do associativismo e do cooperativismo. “Ficou claro aqui esta característica nossa. Quando somamos forças produzimos boas coisas. Toledo avança e o crescimento resulta em melhoria na vida das pessoas”. Lunitti após a cerimônia participou de uma visita guiada à trilha. 

A partir do ato oficial, até o dia 30, o espaço poderá receber diariamente, das 9h às 10h e das 14h30 às 15h30, quatro grupos de dez pessoas mediante agendamento pelo (45) 99125-2210. Por este mesmo número será possível agendar sua participação no “Domingo na Trilha”, programado para 26 de setembro e 3 de outubro. Na ocasião, será possível que as famílias toledanas voltem a frequentar a trilha em cinco opções de horários: 9h15, 10h30, 14h, 15h15 e 16h30. 

Autoridades destacam a importância histórica do Parque

O presidente do Legislativo Municipal, Leoclides Bisognin, trouxe um pouco da história do Parque Ecológico Diva Paim Barth, originalmente conhecido como "Banhado da Dona Diva", um charco pertencente à pioneira toledana Diva Paim Barth. A área era um problema para a região por conta de insetos e animais peçonhentos e do acúmulo de lixo. O projeto de revitalização foi lançado oficialmente em 1984, mas o topógrafo Henrique Isernhagem sonhava com uma área verde de lazer desde meados da década de 1960.  

Com o apoio do arquiteto e criador do plano de urbanização, Enio Luiz Perin, em 1978 a ideia ganhou forma e as obras foram iniciadas, sendo inaugurado em novembro de 1988. Bisognin à época era secretário de Agricultura e Meio Ambiente e coordenou o plantio das árvores no Horto. “Com isso, aquele banhado virou este belo local. O homem pode destruir, mas tem uma capacidade maior ainda de reconstruir”, comentou.  

Apesar da beleza, a trilha do Horto Florestal estava fechada a aproximadamente quatro anos para visitação. A área é um pedaço reconstituído de Mata Atlântica, o bioma mais ameaçado do mundo, na região central de Toledo. “É uma estrutura tão boa e bonita que nos foi apresentada. Aqui podemos conhecer a riqueza da natureza e fomos brindados com isso”, disse o presidente da Primato, Anderson Léo Sabadin, representando no ato as Cooperativas Unimed, Uniprime, Cooarte, Cotroledo, Sicoob, Sicredi e Cresol. Sabadin reafirmou o compromisso com o meio ambiente de todas e anunciou uma parceria para transformar o antigo espaço das aves em um viveiro botânico, projeto já em estudo pelos técnicos da SDAS. “Tudo isso para que nossa população, em especial nossas crianças, tenham condições de aumentar seus conhecimentos. Meus filhos virão visitar este espaço e conhecerão a diversidade da nossa flora”. 

Diversas secretarias municipais estavam envolvidas com o projeto e duas delas estavam representadas por seus titulares. A secretária de Educação, Elisangela Batista, lembrou a importância da data para a educação. “É o dia de pensarmos a natureza e comemorarmos a reabertura desta trilha, um objeto tão importante para a formação dos nossos estudantes”, disse a secretária, reforçando vários benefícios da ferramenta, entre elas a oportunidade de aproximar alunos e a natureza.  

Já o responsável pela manutenção do espaço, o secretário da SDAS Júnior Henrique Pinto, agradeceu a parceria de todas as secretarias envolvidas e demais entidades e a preocupação do governo municipal com o meio ambiente e a vida. “Isto é um presente para as próximas gerações que ficará aqui graças ao empenho do Executivo e o Legislativo Municipal demonstrando a união entre os poderes”, completou o representante do Conselho Municipal de Meio Ambiente, Wellington Trajano.  

Demais ações

Motivadas pela Comissão Intersetorial de Educação Ambiental (Cisea), algumas ações foram propostas às secretarias municipais para celebrar o Dia da Árvore. Em frente ao Paço Municipal Alcides Donin, os servidores municipais da Secretaria de Planejamento Estratégico plantaram um ipê branco. O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Nono Giacomazzi também realizou uma ação semelhante com a participação de representantes das coordenações pedagógicas da Secretaria Municipal de Educação (SMED).